São Paulo na Copa Libertadores da América

São Paulo na Copa Libertadores

São Paulo na Copa Libertadores: clube com mais participações em Libertadores entre os brasileiros

Classificado como quarto colocado do Brasileirão para a Copa Libertadores, o São Paulo disputará o torneio sul-americano pela 18ª vez. Assim, manteve-se na liderança de ranking por mais um ano. O Tricolor paulista tem duas participações a mais do que os dois segundos colocados (Grêmio e Palmeiras). O Corinthians, com 14, encostou no Cruzeiro, que esse ano não conseguiu se classificar para o torneio sul-americano.

Desde 2003, no início dos pontos corridos, e 13 edições, o São Paulo é o clube que mais conseguiu vaga para a Libertadores através do Brasileirão (9 vezes), seguido por Cruzeiro (7), Grêmio (6), Corinthians (5), Inter e Santos (4), Flamengo, Fluminense e Palmeiras (3), Atlético-MG e Atlético-PR (2) e Botafogo, Coritiba, Goiás, Paraná, São Caetano e Vasco (1).

Como campeões da Libertadores, os classificados foram: Internacional (2006 e 2010), São Paulo (2005), Santos (2011), Corinthians (2012) e Atlético-MG (2013). Como campeões da Copa do Brasil, os clubes que conseguiram vaga na Libertadores do ano seguinte foram: Flamengo (2004 e 2013), Palmeiras (2012 e 2015), Cruzeiro (2003), Santo André (2005), Paulista (2006), Fluminense (2007), Sport (2008), Corinthians (2009), Santos (2010), Vasco (2011) e Atlético-MG (2014). E pela Copa Sul-Americana, apenas o São Paulo, campeão de 2012.

Clubes brasileiros com mais participações em Libertadores (desde 1960):

18 – São Paulo
16 – Grêmio e Palmeiras
15 – Cruzeiro
13 – Corinthians
12 – Flamengo e Santos
11 – Inter
8 – Atlético/MG e Vasco

Veja dicas de apostas online

.

DICAS DE APOSTAS NO SEU EMAIL

Receba atualizações, bônus e dicas para LUCRAR com suas apostas! É GRÁTIS!

 

Veja dicas de apostas online

O Tricolor chegou à Libertadores em: 72, 74, 78, 82, 87, 92, 93, 94, 2004, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 13, 15 e 16.

Com uma sequência ininterrupta entre 2004 e 2010, o São Paulo é o time brasileiro com mais participações no torneio. Ao lado do Santos, também é a equipe nacional com mais conquistas: 1992, 1993 e 2005.

Além da identificação com o torneio, a pressão para voltar a Libertadores em 2016 era ainda maior por causa do desempenho dos rivais neste ano. Corinthians e Palmeiras já tinham garantido as duas vagas na competição, com os títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil, respectivamente. Os outros representantes do Brasil serão Atlético-MG e Grêmio.

Desta vez, no entanto, o São Paulo não contará com o ídolo Rogério Ceni. Capitão da equipe na última conquista, em 2005, o goleiro se aposenta no final desta temporada.

São Paulo na Copa Libertadores: história do tricolor na competição

.

São Paulo na Copa Libertadores
.
Clube brasileiro mais vezes campeão da Libertadores, o São Paulo está de volta à competição tentando fazer valer sua tradição. Para quem disputou seguidamente a competição entre 2004 e 2010, chega até a ser estranho uma ausência de três anos. Atual campeão da Copa Sul-Americana e quarto colocado no Campeonato Brasileiro, o São Paulo vai disputar a Libertadores pela 16ª vez. Veja neste post um resumo das participações da equipe no torneio.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1972 – Semifinalista
Vice-campeão brasileiro em 1971, o São Paulo foi o primeiro colocado no grupo 3 da primeira fase, vencendo o Olimpia duas vezes e o Cerro Porteño uma, além de dois empates com o Atlético-MG. O campeão do grupo iria direto para a semifinal, formada por dois grupos de três equipes. O tricolor empatou duas vezes com o Barcelona do Equador, venceu o Independiente, da Argentina, por 1 a 0 em casa, mas perdeu por 2 a 0 fora, sendo eliminado.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1974 – Vice-campeão
O São Paulo fez uma campanha brilhante na primeira fase, quando terminou invicto e em primeiro lugar no grupo 2. O tricolor venceu o Palmeiras e o Jorge Wilstermann, da Bolívia, duas vezes,  e empatou duas vezes com o também boliviano Deportivo Municipal, de La Paz. Classificado direto para a fase semifinal, o São Paulo derrotou duas vezes o Defensor, do Peru, empatou fora de casa com o Millonarios, em Bogotá, e goleou os colombianos por 4 a o, em casa. Classificado para a final, o São Paulo venceu o jogo de ida contra o Independiente por 2 a 1 e perdeu o jogo de volta por 2 a 0, o que forçou o terceiro jogo, em Santiago, no Chile, quando perdeu por 1 a 0.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1978 – Eliminado na primeira fase
Campanha fraca do São Paulo. No grupo 3, foi eliminado de cara. Venceu só um jogo, contra o Palestino, do Chile, empatando três vezes (Atlético-MG e Unión Española, duas vezes) e perdendo uma, para o Galo, que se classificou.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1982  – Eliminado na primeira fase
Apesar de ter ficado em segundo lugar no grupo 2, foi eliminado de cara novamente. O São Paulo venceu o Defensor, do Uruguai, duas vezes, perdeu duas vezes para o Peñarol e empatou duas vezes com o Grêmio. O Peñarol se classificou.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1987 – Eliminado na primeira fase
Lanterna do grupo 3, o São Paulo deu vexame. Venceu apenas um jogo, contra o Cobreloa, empatou com Colo-Colo e Guarani e perdeu uma vez para cada rival do grupo.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1992 – Campeão
O time comandado por Telê Santana chegou ao seu primeiro título na sexta participação do São Paulo no torneio. Na primeira fase, foi o segundo colocado do grupo que tinha Criciúma (líder), Bolívar e San José, de Oruro. Passou com 3 vitórias, 2 empates e uma derrota, para o Criciúma. No primeiro mata-mata, eliminou o Nacional, do Uruguai, com duas vitórias. Nas quartas, sofreu para tirar o Criciúma (1 a 0 e 1 a 1). Suou na semi também, contra o Barcelona, do Equador (3 a 0 e 0 a 2). A final também foi acirrada, contra o Newell´s Old Boys, com 1 a 0 para cada lado em casa e vitória tricolor nos pênaltis, por 3 a 2.
São Paulo na Copa Libertadores 1993 – Campeão
Campeão no ano anterior, o São Paulo entrou direto na fase de mata-mata, eliminado o então vice, o Newell´s (0 a 2 e 4 a 0). Nas quartas, tirou o Flamengo (1 a 1 e 2 a 0) e nas semifinais, o Cerro Porteño (1 a 0 e 0 a 0). Garantiu o bi praticamente no jogo de ida, ao fazer 5 a 1 na Universidad Católica, do Chile. Perdeu em Santiago por 2 a 0, quando podia.
.
São Paulo na Copa Libertadores 1994 – Vice-campeão
Novamente o São Paulo entrou na fase de mata-mata e, de cara, tirou o rival Palmeiras (0 a 0 e 2 a 1). Nas quartas, eliminou o Unión Española, do Chile (1 a 1 e 4 a 3). Tirou o Olimpia nas semifinais só nos pênaltis, após vencer por 2 a 1 e perder por 1 a 0. A decisão, porém, perdeu nos pênaltis, para o Vélez Sarsfield, no Morumbi, após perder na ida por 1 a 0 e vencer pelo mesmo placar em casa.
.
São Paulo na Copa Libertadores 2004 – Semifnalista
Dez anos depois, o São Paulo voltou à competição. Passou com folga da primeira fase, com 5 vitórias e uma derrota no grupo 4 para a LDU (Equador). A chave tinha também Alianza (Peru) e Cobreloa (Chile). Nas oitavas, eliminou o Rosario Central nos pênaltis. As quartas foram tranquilas, com as vitórias de 3 a 0 e 4 a 1 sobre o Táchira, da Venezuela. Na semifinal, porém, empate em 0 a 0 em casa e derrota de 2 a 1 para o Once Caldas fora acabaram com o sonho do tri.
São Paulo na Copa Libertadores 2005 – Campeão
O São Paulo voltou a conquistar a Libertadores em 2005. Na primeira fase, saiu invicto (3 vitórias e 3 empates) do grupo que tinha Universidad de Chile, The Strongest e Quilmes. No primeiro mata-mata, duas vitórias sobre o Palmeiras (1 a 0 e 2 a 0). Nas quartas, tranquilidade contra o Tigres, do México (4 a 0 e 1 a 2). Na semifinal, tirou o River Plate com duas vitórias (2 a 0 e 3 a 2). Na decisão, empate no Beira-Rio com o Atlético-PR (1 a 1) e passeio no Morumbi (4 a 0).
.
São Paulo na Copa Libertadores 2006 – Vice-campeão
O sonho do tetra do São Paulo chegou perto em 2006. O time foi bem na primeira fase, terminando em primeiro no grupo que tinha Chivas Guadalajara, Caracas e Cienciano, com quatro vitórias e duas derrotas, ambas para os mexicados. Nas oitavas, mais uma vez eliminou o Palmeiras (1 a 1 e 2 a 1). Nas quartas, após uma vitória de 1 a 0 para cada lado, tirou o Estudiantes nos pênaltis. Na semifinal, de novo o Chivas, desta vez com duas vitórias, 1 a 0 e 3 a 0. Em outra final brasileira, porém, deu Inter, com 2 a 1 em São Paulo e 2 a 2 no Beira-Rio.
.
São Paulo na Copa Libertadores 2007 – Eliminado nas oitavas
A campanha foi mais fraca neste ano. Segundo colocado no grupo 2, atrás do Necaxa e à frente de Audax Italiano e Alianza, o São Paulo fechou a primeira fase com 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota, para os mexicanos. Nas oitavas, deu Grêmio (1 a 0 e 0 a 2).
.
São Paulo na Copa Libertadores 2008 – Eliminado nas quartas
O começo de 2008 foi melhor, com o primeiro lugar no grupo que tinha Atletico Nacional (Colômbia), Sportivo Luqueño e Audax Italiano, com 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota, para o Audax, do Chile.Nas oitavas, despachou o Nacional, do Uruguai (0 a 0 e 0 a 2), mas parou em outro brasileiro nas quartas, o Fluminense (1 a 0 e 1 a 3).
.
São Paulo na Copa Libertadores 2009 – Eliminado nas quartas.
A campanha foi semelhante ao ano anterior. Bem na primeira fase, foi o primeiro do grupo que tinha Defensor (Uruguai), Independiente Medellín (Colômbia) e América (Colômbia), com 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota, para o Independiente. Como não jogou nas oitavas, porque pegaria o Chivas Guadalajara, que saiu da competição por causa da polêmica gripe suína, o São Paulo foi direto para as quartas e se deu mal diante de um brasileiro novamente, desta vez o Cruzeiro, com duas derrotas, 0 a 2 e 1 a 2.
.
São Paulo na Copa Libertadores 2010 – Semifinalista
Em 2010, parecia que o título chegaria. Foi o primeiro do grupo que tinha Once Caldas, Monterrey e Nacional do Paraguai, com 4 vitórias, 1 empate e uma derrota, para o Once Caldas. Nas oitavas, eliminou nos pênaltis o Universitário do Peru, após dois 0 a 0. Nas quartas, devolveu a eliminação do ano anterior diante do Cruzeiro, com duas vitórias de 2 a 0. Mas, nas semifinais… outro brasileiro o tirou. E foi o Inter, de novo. O São Paulo perdeu em Porto Alegre por 1 a 0 e ganhou em casa por 2 a 1, sendo eliminado pelo gol sofrido no Morumbi.
.
São Paulo na Copa Libertadores 2013 – Eliminado nas oitavas
O São Paulo se classificou para a Copa Libertadores da América de 2013 através do 4º lugar do Campeonato Brasileiro de 2012. A equipe paulista começou a Libertadores 2013 na Primeira Fase (Pré-Libertadores) enfrentando o Bolívar. O São Paulo superou o time boliviano e ficou em segundo lugar no grupo 3 da Fase de Grupos (Segunda Fase da Libertadores) que tinha como adversários: Atlético Mineiro, Arsenal de Sarandí (Argentina) e The Strongest da Bolívia. Nas oitavas de final enfrentou novamente o Atlético Mineiro e foi eliminado com duas derrotas.
.
São Paulo na Copa Libertadores 2015 – Eliminado nas oitavas
Em duelo dramático e decidido nos pênaltis, o São Paulo acabou eliminado nas oitavas de final da Copa Bridgestone Libertadores da América de 2015. Na noite de 13/05/2015, no Mineirão, o Cruzeiro levou a melhor nas penalidades máximas – após vitória por 1 a 0 no tempo normal, com gol de Leandro Damião – e avançou na competição internacional ao vencer por 4 x 3. O goleiro Rogério Ceni ainda defendeu duas cobranças, mas não conseguiu impedir a eliminação dos paulistas, que na ida tinham vencido por 1 a 0.

DICAS DE APOSTAS NO SEU EMAIL

Receba atualizações, bônus e dicas para LUCRAR com suas apostas! É GRÁTIS!

.

Veja dicas de apostas online

.

Sobre Apostagol 189 Artigos
O Apostagol é um site de dicas de apostas esportivas online. Os conteúdos do Apostagol trazem muitas dicas e macetes que ajudam o apostador a efetuar suas apostas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.